Dicas

Adiantar o 13º Salário vale a pena? Descubra

Adiantar o 13º Salário vale a pena? Descubra

Antes de mais nada, vale a pena destacar que o 13º terceiro salário pode ser adiantado. Afinal, existem muitas pessoas que ainda não sabem que isso é possível. No entanto, será que compensa optar pelo adiantamento? Continue lendo o artigo e confira a resposta.

 

Faça uma análise 

Em primeiro lugar, você deve entender que a antecipação do 13º salário acontece por meio de um empréstimo que os bancos disponibilizam. Portanto, é óbvio que existem taxas e juros a serem devolvidos. Sendo assim, fazer uma análise antes de tomar uma decisão é a atitude mais inteligente que se pode ter. 

Até porque é importante lembrar que, quando dezembro chegar, você não poderá contar com o valor do seu salário extra. Considerando que fim de ano é uma época que envolve gastos maiores, deve ser feito um planejamento que não envolva a gratificação habitual.

Por outro lado, contar com a antecipação do 13º salário é um alívio para quem está em apertos. Imprevistos como, o carro que acabou de quebrar ou contas inesperadas, podem surgir e o crédito pode ser a solução para o problema. 

Sem contar que, por conta dos juros baixos, pode ser uma alternativa interessante para quitar dívidas pendentes que só aumentam. Portanto, faça uma análise considerando a sua situação atual e veja qual é o melhor caminho a seguir. 

 

Conheça as datas de pagamento

Quando o pagamento do 13º salário ocorre em duas parcelas, a primeira deve ser abonada entre fevereiro e novembro do ano em curso; a segunda pode ser paga até dia 20 de dezembro.

Quando o benefício é pago em uma única parcela, o mesmo não pode passar da data limite da segunda parcela, ou seja, dia 20 de dezembro. É fundamental conhecer os períodos e limites para ser consciente dos direitos e possibilidades.

Por exemplo, quem empreende pode aproveitar as datas de pagamento para trazer novas mercadorias ou cobrar pendências dos clientes. Assim como o funcionário, conhecendo o calendário, pode se planejar para o gasto de forma responsável.

 

Entenda o valor do 13º salário

O valor que você receberá em razão do 13º salário irá depender da sua remuneração e do tempo de serviço prestado. Confira mais detalhes a continuação e veja qual é o seu caso.

13º salário integral

O benefício é integral quando o trabalhador prestou serviços o ano completo. Quando o 13º salário é pago em uma única cota, é a remuneração do mês de dezembro a que conta como base para definir o valor do direito.

Por outro lado, em relação à primeira parcela, deve ser considerada a remuneração obtida no mês anterior. Ou seja, se você vai receber a gratificação no mês de junho, é o salário de maio o que será usado para o cálculo do benefício.

Por fim, em relação à segunda parcela, deve ser considerada a remuneração do mês de dezembro. Além disso, vale lembrar que deve ser descontado o valor que já foi pago mediante a primeira cota. 

13º salário proporcional

O benefício é proporcional quando o trabalhador prestou serviços por apenas alguns meses do ano. Nesse caso, para conhecer o valor correspondente aos meses trabalhados é preciso realizar uma conta simples.

Para isso, verifique a sua última remuneração e divida o valor por 12. A seguir, multiplique o resultado pela quantidade de meses trabalhados. Veja um exemplo:

Última remuneração: R$1.212 / 12 = R$101 x 5 (meses trabalhados) = R$505 

Lembrando que a partir dos 15 dias trabalhados, o mês já conta por inteiro. Ou seja, se você trabalhou por 4 meses e 18 dias, o cálculo deve ser feito como se fossem 5 meses de trabalho completos.

Normalmente, os casos de 13º salário proporcional estão ligados a duas situações. Uma delas é o fim da relação de trabalho sem justa causa; a outra é quando o colaborador ainda não completou o primeiro ano de serviço dentro da empresa. Em ambos casos, o justo é que a pessoa receba de acordo com o tempo que esteve na sua função.

 

Considere a média e os descontos

Muitas vezes o salário oscila, não sendo fixo todos os meses do ano. Nesses casos de variação salarial, deve ser considerada a média dos meses anteriores ao recebimento. 

Isso quer dizer que além do salário base, as outras fontes também são inclusas na hora de calcular o salário extra. Então, adicionais remunerados em razão de insalubridade ou periculosidade, reajustes, comissões ou horas extras, cumprem um papel importante para definir o valor total do salário extra.

Além disso, outro detalhe importante é considerar os descontos que também são aplicados ao 13º salário. Isso inclui os valores destinados ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, o Instituto Nacional do Seguro Social e o Imposto de Renda.

Por último, uma dúvida que pode surgir é em relação ao período de férias ou de afastamentos justificados. Nesse sentido, vale destacar que esses casos contam como tempo de serviço prestado. Portanto, é tempo que entra dentro do cálculo e pelo qual o trabalhador terá direito a receber.

Esperamos ter esclarecido as principais dúvidas relacionadas ao 13º salário. Para aprofundar ainda mais no assunto, sugerimos complementar a leitura por meio do artigo Confira como realizar o cálculo e antecipação do décimo terceiro.