Benefícios do Governo

INSS anuncia adicional de 25% nos benefícios: veja quem tem direito

INSS anuncia adicional de 25% nos benefícios: veja quem tem direito

Os beneficiários do INSS que recebem aposentadoria por invalidez podem se beneficiar de um adicional de 25%. Nesse sentido, para estar apto ao recebimento do adicional em seus benefícios, deve haver a comprovação da necessidade de ajuda de um terceiro nas realizações das tarefas diárias. Continue lendo o artigo para saber mais.

 

Pessoas aptas a receberem o adicional nos benefícios

Conforme o artigo 45 da Lei nº 8.213/1991, concede-se adicional de 25% ao aposentado por invalidez para ajudar a pagar um terceiro, como um cuidador, por exemplo. 

Logo, o beneficiário deve comprovar que precisa de ajuda de terceiros para realizar atividades diárias básicas. Além disso, deve solicitar o acréscimo diretamente no site do INSS. Ademais, é imprescindível a passagem por uma nova perícia médica para comprovar a necessidade do adicional.

É importante ressaltar que este adicional não se estende às outras formas de aposentadoria. O Supremo Tribunal Federal (STF) negou a extensão do benefício a outros beneficiários do INSS

Do mesmo modo, esse adicional não é transferível e, após o falecimento do aposentado, é também cortado. E caso o aposentado por invalidez retorne ao trabalho, sua aposentadoria será cancelada automaticamente a partir da data do retorno.

 

Documentação exigida para solicitar o adicional dos benefícios

Algumas documentações são obrigatórias para o recebimento do adicional na aposentadoria. Portanto, é importante ter em mãos: CPF, RG e laudos médicos que atestem a dependência do segurado a terceiros.

Também é preciso apresentar o termo de representação legal ou procuração, além dos documentos de identificação do representante ou procurador. Mas, caso haja indefinição após a perícia médica do INSS, recomenda-se que o beneficiário entre com uma medida judicial, de modo a obter o acréscimo.  

 

Doenças que permitem o adicional de 25%

Algumas doenças previstas por lei garantem o direito a receber o acréscimo de 25% em sua aposentadoria por invalidez devido à incapacidade permanente. São elas:

  • Cegueira total;

  • Perda de nove dedos das mãos;

  • Paralisa dos membros superiores ou inferiores;

  • Perda dos membros inferiores acima dos pés;

  • Perda de uma das mãos e de dois pés;

  • Perda de um membro superior e outro inferior.

Por fim, vale destacar que também se enquadram para recebimento da bonificação pelo INSS pessoas que dispõem de modificação das faculdades mentais com graves perturbações da vida orgânica e social.

 

 

 

Referência:

https://www.jornalcontabil.com.br/inss-saiba-quem-tem-direito-ao-adicional-de-25-na-aposentadoria/