DicasTrabalho e Carreira

Aprenda como fazer um currículo sem experiência

DICA: aprenda como fazer um currículo sem experiência

Pessoas que ainda não possuem prática no mercado de trabalho costumam se sentir inseguras na hora de fazer um currículo sem experiência. Entretanto, com algumas dicas valiosas e simples de aplicar o processo ficará muito mais fácil.

Primeiramente, se esse é o seu caso, saiba que o que você tem para oferecer vai muito além da experiência laboral. Ao entender e reconhecer o seu valor, montar o currículo sem experiência pode ser mais satisfatório. Além disso, considere as sugestões a seguir.

 

Lembre as suas experiências 

Se engana quem acha que só tem valor a experiência adquirida por meio de empregos formais. Em outras palavras, toda experiência conta e soma, inclusive a que não foi remunerada.

Então, em primeiro lugar, faça um exercício mental. Lembre-se de todas as atividades que você realizou durante a vida, mesmo que não tenha recebido um centavo por elas. 

Podem ser atividades como ter ajudado durante a adolescência na loja do seu tio, ou ter participado de algum estágio no Ensino Médio. Todas essas informações serão muito valiosas na hora de montar o seu CV (Curriculum Vitae).

 

Deixe claro o seu objetivo

Quando for descrever o seu objetivo, evite um conjunto de frases aleatórias que, no final, não passaram uma ideia clara. Em lugar disso, seja preciso no que você quer alcançar por meio da vaga em questão. Ademais, acrescente como o seu trabalho poderia estimular o crescimento da empresa.

Então, comece analisando as suas vontades e sonhos como futuro trabalhador e profissional. Dessa forma, você conseguirá visualizar melhor o seu objetivo e transmiti-lo de forma coerente.

 

Ressalte a sua formação acadêmica

Se o seu forte não é a sua formação profissional, você precisa se destacar na área acadêmica. Esse será o seu cavalo de batalha na hora de lutar por uma vaga. Por isso, seja específico nas informações relacionadas aos seus estudos.

Nesse momento, aproveite para listar até as atividades extracurriculares. Ou seja, não mencione apenas o nome da instituição na qual estudou. Capriche nos detalhes que são os que farão toda a diferença no seu currículo sem experiência.

 

Aposte em certificações

Se realizou cursos curtos (até mesmo de apenas algumas aulas), é hora de citá-los no campo de “Certificações”. Pode se tratar de idiomas, bem como programas ou participações em palestras com certificação.

Lembre que o mercado de trabalho está cada vez mais concorrido e quem não se esforça para melhorar, provavelmente, perderá oportunidades. Então, caso não conte com nenhuma certificação, avalie a possibilidade de realizar algum curso curto e gratuito para somar ao seu currículo sem experiência.

Dessa forma, cada vez ficará mais atrativo e completo ao ponto de alcançar a contratação. Para isso, veja algumas sugestões de cursos gratuitos e práticos para quem está iniciando no mercado de trabalho. São opções para todos os gostos, com modalidade a distância e uma duração breve para que você possa incrementar o CV.

 

Substitua a formação por qualificação profissional

Embora você não possua experiência profissional ainda, todas as pessoas contam com qualificações profissionais. Então, no lugar de colocar o título “Formação Profissional”, opte por substituí-lo por “Qualificações Porfissionais”.

Se trata de diferenciais como profissional, ou seja, características que vão além da experiência. São conhecidas também como Soft Skills (habilidades suaves em inglês), que estão mais relacionadas ao comportamento e não tanto ao conhecimento.

Dessa forma, a seguir, mencione os traços que o tornam um profissional qualificado. No exemplo da pessoa que ajudou o tio na loja dele, ela pode ter se tornado um profissional muito organizado e pontual. Assim como no exemplo do estágio, a pessoa pode ter desenvolvido facilidade na área da comunicação, aprendendo a trabalhar em equipe. 

 

Mencione habilidades e competências

Inclua um título de “Habilidades e Competências” para citar os seus conhecimentos (principalmente se estão relacionados com a vaga de emprego). Este é um campo que somará muito ao seu currículo sem experiência. 

Então, depois de ter lembrado das atividades das quais participou durante a vida, é hora de descrevê-las. Por exemplo, a pessoa que ajudou o tio, pode ter aprendido a usar planilhas para conferir o estoque. Dessa forma, poderia citar “Conhecimento Intermediário em Excel” como uma das suas habilidades.

Um conhecimento que é muito valorizado no mercado de trabalho é o domínio de outra língua. Sendo assim, a pessoa não precisa ser bilíngue para mencionar esse conhecimento. Ou seja, basta aclarar o nível que domina (como no exemplo citado no parágrafo anterior).

Então, se você estudou algum idioma durante a infância ou aprendeu por conta própria, use isso ao seu favor. Principalmente quando se trata do Inglês, o idioma mais procurado no mercado laboral. Inclusive, é uma excelente opção de estudo para enriquecer o seu CV e carreira.

 

Inclua informações adicionais

Mencione todas as informações que não estão relacionadas aos outros campos e serão úteis. Já que está em desvantagem em relação a outros candidatos pela falta de experiência profissional, aproveite para oferecer algo a mais. 

Pode ser uma disponibilidade horária maior, um fator que é muito valorizado por algumas empresas com alta demanda. Do mesmo modo que o recebimento de algum prêmio ou trabalho voluntário também é bem visto aos olhos dos recrutadores.

 

Use referências para um currículo sem experiência

Pelo fato de não possuir experiência, não é possível apresentar uma carta de recomendação. Para quem não sabe, uma carta de recomendação é a indicação formal de um ex-empregador.

Não obstante, podem ser oferecidas referências de pessoas que possam recomendá-lo pela sua capacidade. Assim, aproveite esse recurso para deixar o conteúdo mais completo e diferenciado.

Com certeza, montar o seu currículo sem experiência agora ficou mais fácil. Para finalizar e facilitar mais ainda o processo, confira alguns modelos de currículo para dar o primeiro passo. 

 

 

Referências:

https://portal.unigranrio.edu.br/blog/como-montar-o-seu-primeiro-curriculo-sem-experiencia

https://ead.pucpr.br/blog/curriculo-sem-experiencia

https://www.catho.com.br/carreira-sucesso/colunistas/convidados/como-montar-um-bom-curriculo/

https://respostas.sebrae.com.br/modelo-de-curriculo-atrativo-e-diferenciado/