DicasTrabalho e Carreira

5 dicas que vão te ajudar na hora de procurar trabalho

Confira 5 dicas práticas para procurar trabalho

Se você se encontra desempregado no momento ou não está feliz no emprego atual, continue lendo. Entenda quais são os pontos importantes a serem levados em consideração para procurar trabalho de forma eficiente. 

Para isso, separamos 5 dicas valiosas para você que quer procurar trabalho ou já está na busca, porém, sem sucesso. Aproveite o artigo para confirmar os seus acertos ou corrigir os seus erros, caso não esteja aplicando alguma das dicas a seguir.

 

1. Esteja presente no LinkedIn

Com o avanço da tecnologia, tanto os meios quanto a forma de procurar trabalho mudou muito. Antigamente, as pessoas só procuravam serviço de forma presencial. Hoje em dia, as empresas cada vez mais apostam no meio virtual e de diversas formas.

Você já deve ter visto em vários sites institucionais uma aba com o título “Trabalhe conosco” ou “Deixe seu currículo”. Essa é apenas uma das maneiras que as companhias utilizam para ter acesso a candidatos de forma virtual.

Por outro lado, considerando o poder e a influência das redes sociais, até o mercado de trabalho aderiu à popular forma de contato. Assim, lá no ano 2002 surgiu o LinkedIn, a primeira rede social de negócios.

Com o passar do tempo, o aplicativo foi tomando força e ganhando uma maior relevância no mundo dos negócios. Por isso, se você não está aproveitando esse recurso, está perdendo inúmeras oportunidades. 

Por lá, muitas empresas conseguem encontrar profissionais específicos de uma forma mais assertiva. Então, crie sua conta agora e comece a se beneficiar com as possibilidades que a rede social oferece aos seus usuários.

 

2. Capriche no currículo

Por causa da evolução tecnológica, o uso de palavras chave é um fator que influencia muito na hora de procurar trabalho. É através dessas palavras que os recrutadores conseguirão achar os candidatos. 

Então, faça uso de palavras chaves tanto no seu currículo quanto no seu perfil do LinkedIn para ter maiores chances de contato. Além disso, capriche no resumo priorizando as informações que o destacam como profissional.

 

3. Tenha claro o seu objetivo

Outro fator extremamente importante é conhecer qual é o seu objetivo, ou seja, o que você quer. Quem não sabe o que quer, dificilmente conseguirá ter o foco e a constância que requer uma carreira bem sucedida.

Se você tem dúvidas ou não faz ideia em qual área tem desejo de atuar, não se preocupe. Tire um tempinho do seu dia, durante o período que for necessário, para fazer essa descoberta.

Nesse sentido, você pode pesquisar todas as áreas de atuação que existem atualmente no mercado e ver com qual se identifica mais. Outra alternativa que pode servir como referência é listar seus gostos e preferências, assim como as tarefas que você não gosta.

Além disso, faça outra lista com as suas facilidades e dificuldades. Ou seja, aquelas atividades que são naturalmente simples de resolver para você e as que não. Tudo isso ajudará a esclarecer o seu objetivo. 

Como resultado, você descobrirá em qual área deseja atuar e que tipo de vagas serão o seu foco. A partir disso, trabalhe no seu currículo e perfil no LinkedIn de acordo com as orientações citadas no ponto anterior.

 

4. Seja uma pessoa que você gostaria de contratar

De nada adianta criar o melhor dos currículos e ter um perfil atrativo no LinkedIn se você não é coerente com as suas informações. Toda empresa busca candidatos que saibam trabalhar em equipe, sejam simpáticos, comunicativos, responsáveis, pontuais e por aí vai. 

Por isso, você como candidato precisa oferecer tudo isso para ser contratado. Se, por exemplo, a pessoa chega atrasada na entrevista de emprego, muito provavelmente não será selecionada para continuar. 

Além disso, tenha sempre bom senso na hora de agir. O mercado de trabalho gosta de educação e discrição. Por isso, seja simpático e se comunique formalmente (evitando gírias e confiança demais). E, por último, nunca minta para tentar alcançar o seu objetivo (isso só o deixaria como um profissional desqualificado).

Então, não se esqueça. Seja uma pessoa que você gostaria de contratar e alinhe o seu conteúdo às suas atitudes. O mercado de trabalho está cada vez mais exigente justamente porque está mais concorrido e cheio de candidatos capacitados. Esteja à altura disso e, com certeza, a contratação virá.

 

5. Pratique Networking

Dentro do LinkedIn, de nada adianta ter um perfil fantasma que não interage com ninguém. Afinal, se trata de uma rede social. Por isso, aproveite as possibilidades que a plataforma oferece para se relacionar com pessoas da sua área de atuação. 

Dessa forma, você pode trocar experiências com outros profissionais, fazer consultas para tirar dúvidas e até conseguir contatos. Além disso, procure que seja uma via de mão dupla onde você também possa ajudar outros usuários. 

Nesse sentido, uma das opções é comentar em posts de outras pessoas para ajudá-las de alguma forma. É possível também escrever artigos e conquistar conexões. Então, tenha um perfil ativo e apareça com constância para assim ser relevante e alcançar bons resultados.

Praticar networking vale também em outras redes ou meios para procurar trabalho como grupos do Facebook ou sites. Assim, estipule horários ao longo do dia para conferir novas ofertas e responda o mais rápido possível. Enfim, esteja presente que logo as oportunidades de trabalho irão chegar.

Esperamos ter contribuído para melhorar os seus processos. A ideia é que as 5 dicas tenham ajudado você a enxergar uma nova forma de procurar trabalho.